quinta-feira, 8 de abril de 2010

Onze Minutos - Não recomendo

Hoje terminei de ler "Onze minutos" e confesso que não gostei muito...vamos as explicações!

O livro parece ser bem interessante e em alguns momentos até é (pouco, bem pouco)! Mas não por inteiro....conta a história de uma menina que mora em uma cidadezinha do interior, bem pobrinha, que trabalha para realizar seu sonho de ir conhecer o mar e principalmente o Rio de Janeiro. Eis que nessa viagem ela conhece um empresário Suiço que lhe oferece uma oportunidade de emprego em outro país ... ela reluta um pouco, mas acaba aceitando. Quando chega lá percebe que não era um trabalho qualquer, mas sua função era ser propstituta. Fica sabendo então que este empresário costuma vir ao Rio para "pescar" as tais meninas (e ela foia escolhida dessa vez)...Resolve não trabalhar com este empresário visto que ganharia pouco e trabalharia demais...então resolve ser propstituta por conta própria e conhece uma boate chamada Copacabana, onde começa a exercer sua mais nova função. O tempo vai passando e ela se relaciona (profissionalmente) com homens ricos que lhe trazem um bom lucro e assim ela acha que conseguiu um excelente emprego! Nesse caminho conhece um homem (rico) que fica apaixonado por ela e a contrata algumas noites apenas para conversar .... depois de um tempo se apaixonam e vivem uma romântica história de amor!

Não gostei, pois achei uma história muito surreal, praticamente impossível e que pode exercer uma péssima influência para meninas de cabeça fraca que venham a ler este livro. Em nenhum momento foi mostrado o lado ruim da profissão (que é inevitável) a história foi contada como se essa fosse uma escolha certa e muito lucrativa....essa pessoa só encontrava homens ricos e respeitadores , o que sabemos não ser real. Enfim, terminei de ler e fiquei me perguntando..."e ai???"
Nesse mundo que vivemos, onde o desrespeito reina, deveríamos nos preocupar mais em orientar as meninas para não cairem nesse golpe, e de forma alguma fazer qualquer tipo de incentivo a esses trabalhos que oferecem muito dinheiro e prestígio, quando sabemos que a realidade é totalmente o inverso. Sem contar que ele descreveu o Rio de janeiro como o paraíso para encontrar essas tal meninas , e como boa Carioca que sou, não posso aplaudir esse tipo de iniciativa.

Entaõ.....NÃO RECOMENDO!!!!

11 comentários:

  1. História muito lugar comum né...

    Bj

    ResponderExcluir
  2. hehehehe
    Eu sou suspeita, não gosto muito de Paulo Coelho.

    bjin darling!

    ResponderExcluir
  3. Oi Dani, vim retribuir a visita!
    Desculpa a demora, ainda estou me organizando!
    Obrigada pelas felicitações!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu tb sou suspeita pra falar!!
    Mas concordo com vc!!!

    Bjkasss

    ResponderExcluir
  5. Olá querida, passando pra desejar um ótimo fizinho de tarde
    E uma MARAVILHOSA noite!

    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  6. Ai, amiga, tb sou suspeita pra falar, pq Paulo Coelho pra mim, não gosto de jeito nenhum!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Oi!! Tem selinho pra vc no meu blog!!!
    Bjuss!

    ResponderExcluir
  8. hehehe eu nao gosto do Paulo coelhooo...
    Amiga eu acabei me esquecendo do tal selinho dizz aii...
    EU to muito burraaa pra esse assunto!!!
    eu copio o selo de onde ? e como funciona a paty tento me explica mais nao entro na cabeca:(
    espero intender e como fazer isso nao quero ser a unica a nao participar ne..rs.rs.
    beijaoo

    ResponderExcluir
  9. Menina... Paulo Coelho é muito peculiar... tanto é que ele teve um adorador "Maluco Beleza", né?! O Raulzito... hehe. Eu adoro Raul Seixas, mas detesto o Paulo Coelho! Ele é metido a espírita alternativo sonhador idiota! Não gosto de nenhum, simplesmente nenhum dos livros dele! E olhe que ADORO ficção científica, mas só aquelas que eu realmente sei que não existem... O PC tem mania de inserir ficção na vida, como se tudo o que ele acha fosse verdade... Ele tem um desejo de bruxo, e eu gosto de acompanhar essa "tradição", mas ele é só mais um doido que não se decidiu na vida... Bah, rs

    ResponderExcluir